HISTÓRIA

Situada em um dos braços da Estrada do Ouro, rota conhecida como Caminho Velho, Paraty é rica em história, mantém preservada sua arquitetura colonial e é considerada Monumento Nacional pelo Instituto do Patrimônio Histórico Artístico Nacional - IPHAN.

Foi fundada em 1967, tendo como centro a Igreja de Nossa Senhora dos Remédios, que se tornou sua padroeira. A economia local se ergueu com os engenhos de cana-de-açúcar e, por causa disso, até os dias de hoje, a cachaça produzida em Paraty é tradicional na região e algumas das antigas fazendas são indicadas como sugestão de roteiro turístico.
 
fazenda
 
O Cento histórico de Paraty desenvolveu-se principalmente durante o Ciclo do Ouro, quando suas ruas ganharam o calçamento tipo “pé de moleque”, e foram traçadas do nascente para o poente e do norte para o sul, num alinhamento estratégico, que tanto defenderia a cidade dos ataques de piratas como também de ventos, que, acreditava-se, trariam doenças. Todavia, uma das características mais marcantes da cidade, intensamente retratada nas telas dos artistas locais, são as ruas inundadas na época da maré de lua cheia. A construção do meio-fio em um nível mais baixo, permite a invasão das águas do mar, lembrando a cidade de Veneza, na Itália.
 
cais
 
No século XVIII Paraty era o segundo porto mais movimentado do Brasil, de onde o ouro das Minas Gerais era embarcado para Portugal. Piratas espanhóis e franceses, fugindo das fortificações que haviam na cidade, utilizaram a baía e as praias da Trindade como refúgio, aproveitando para abastecer suas caravelas com água e peixe.

Após o fim do ciclo do ouro, alguns desses piratas, satisfeitos com a abundância de peixes e terras férteis, abandonaram seus navios e deram início ao Povoado de Trindade, misturando-se aos índios da região e, mais tarde, aos portugueses.
 
Até a abertura da Rodovia Rio Santos em 1970, esse povoado vivia exclusivamente da pesca e estava isolado do resto do país, o único acesso até então a Trindade era por mar. Nessa época, Trindade ficou conhecida como um povoado isolado, virando assim um paraíso dos hippies e de pessoas que buscavam um estilo de vida alternativo.
 
A partir de 1980, atraídos por sua beleza natural, turistas começaram a visitar a região, mudando aos poucos as atividades dos habitantes. Atualmente, apesar de ainda haver pescadores, a maioria dos nativos se dedica ao turismo. A primeira praia a ser avistada de quem chega a Vila de Trindade por terra é a praia do Cepilho, famosa por suas ondas e razão pela qual, normalmente pelas manhãs e fim de tarde, se encontram diversos surfistas brincando em suas águas maravilhosas. Percorrendo aproximadamente uns cem metros após a corrente de água que cruza a estrada, você já encontra a Casa Brasil Pousada e Lazer, construída exclusivamente para receber pessoas que estejam em busca de contato com a natureza.
 
A Casa Brasil Pousada e Lazer está numa localização privilegiada, em frente a praia e a novecentos metros da Vila de Trindade, oferecendo tranqüilidade a seus hospedes quando a vontade for descansar. Você pode fazer as suas reservas para todos os passeios oferecidos em Paraty, como: ilhas, praias, cachoeiras e mata atlântica, diretamente na pousada, que é ideal para um repouso tranqüilo, porque oferece além de um serviço personalizado, muita qualidade.
 
cepilho
 
Uma grande vantagem da Vila de Trindade, é que com um pouco de disposição, você conhece todos os encantos que o local oferece em caminhadas preguiçosas e que não demoram muito.
A própria Praia do Cepilho que além do banho de mar, do surf e da areia extremamente fofa oferece paisagens lunáticas com suas grandes pedras que parecem brotar da areia dando a impressão de estar num lugar completamente diferente, onde alguns turistas aproveitam desse visual calmo para boas leituras.
 
cepilho
 
A praia de Fora ou dos Ranchos como é conhecida por causa dos barzinhos que se instalaram no canto do morro, é o lugar ideal para bebericar maravilhosos licores, batidas e sucos, além de desfrutar porções de peixes, frutos do mar e comidas típicas da região. Costuma ser bastante freqüentada e para os mais animados ou ainda para quebrar a rotina de preguiça, o lugar a noite também oferece um forrozinho para mexer o esqueleto.
 
rancho
 
A Praia do Meio também possui diversos barzinhos e restaurantes numa visão incrível do que é natureza. É dividida ao meio por um morro, onde num dos lados saem barcos para passeio e alguns iniciantes de mergulho ensaiam olhar os peixinhos com snorkel e do outro, se observa a praia do cachadaço e a famosa “Cabeça do Índio”, além de água doce para brincar do Rio dos Codós que deságua no mar lentamente. A mesma também possui diversos barzinhos onde também se pode tomar uma cervejinha bem gelada e petiscar diversos pratos apreciando a beleza que a natureza local oferece.
 
meio
 
Num cantinho da Praia do Meio, tem uma trilha que leva até a Praia do Cachadaço, quase deserta em função da dificuldade de acesso, onde as pessoas mais descoladas aproveitam para tomar sol esparramados por sua areia um pouco mais grossa.
 
Em certas épocas do ano é excelente para banho, outras para o surf. Para quem deseja ir até a Praia da Figueira e da Piscina do Cachadaço a pé, está quase lá. A Praia da Figueira é uma pequena praia com acesso a partir da trilha que leva ao Cachadaço. É também conhecida com Praia dos Pelados por haver prática de naturismo no lugar. 
 
cachadaço
 
piscinaA Piscina natural do Cachadaço é formada por grandes pedras vulcânicas, quando as águas estão calmas é possível ver várias espécies de peixinhos, animais marinhos e plantas aquáticas, onde pode se nadar entre eles.
 
É recomendável o uso de máscara e snorkel para apreciar melhor a fauna marinha. O acesso é feito por barco ou por trilha. Um dos lugares mais bonitos da região.

A Praia Brava é uma bela praia selvagem e deserta. O acesso se dá por trilha que sai da estrada que vai para Trindade. Tem fonte de água doce, cachoeira e é cercada pela exuberância da Mata Atlântica, exige um pouco mais de fôlego, até porque não tem nenhum barzinho ou restaurante no caminho, é aconselhável levar em uma mochila confortável com água e frutas. A tranquilidade do lugar compensa de sobra o esforço. Bem, faça as malas, não precisa de muita coisa. Esperamos você aqui nesse paraíso para desfrutar em nossa companhia um pouco disso tudo.